CAMPANHA NOTA CUIABANA - IMAGINE

Grêmio sai extenuado de um jogo para a Copa do Brasil

Ao apito final do árbitro de Grêmio e Atlético-PR, empate em 0 a 0 na Arena, domingo, os jogadores de ambos os times caíram no gramado extenuados. O cansaço evidente após uma partida frenética, elogiada por jogadores e comissão técnica, pode ainda se refletir logo ali na frente. Com viagem longa e começo de mais uma eliminatória pela frente, o Grêmio optou por fretar um voo.

“É difícil algum time que jogue assim no Brasil (com posse de bola e ofensivamente). É só Grêmio e Atlético-PR. As duas equipes desabaram no fim do jogo. Realmente foi muito corrido e a FIFA sempre fala que 60% de bola rolando é um bom percentual, hoje deu 78%, então é espetacular. Por isso temos um grupo grande. Nem todos os jogos vamos poder usar todos justamente por isso”, disse Renato Gaúcho explicando a intensidade de sua equipe.

O Grêmio tentou muito. Principalmente no primeiro tempo, forçou o Atlético-PR a erros na saída de bola, acertou a trave, quase marcou em outras tantas oportunidades e mesmo ficando com um a mais nos minutos finais de partida não conseguiu vencer. O jogo contra o Atlético-PR foi referido por Portaluppi como o melhor do país até agora.

“Não me preocupa nem um pouco. Estaria preocupado se meu time estivesse jogando mal. O Brasil todo e vocês da imprensa tem que aplaudir essa partida. Já dei os parabéns para minha equipe. O Grêmio não vai ganhar todos os jogos, vai encontrar adversários duros. Um belo trabalho do Fernando Diniz no Atlético-PR. Foi um belo jogo. Tivemos as chances, a bola não quis entrar. Mas eu tenho certeza que quem gosta de futebol e viu essa partida de hoje, independente do clube que torce, acho que ficou bastante feliz porque viu uma belíssima partida de futebol. Os dois times tentando o gol. Criamos as melhores oportunidades principalmente no primeiro tempo. A bola não quis entrar. Estou é muito feliz pelo que a minha equipe apresentou hoje. É assim que eu gosto e é assim que vai ser. Só faltou o gol. Mas não é porque a bola não entrou que vou deixar de parabenizar o grupo e o torcedor que aplaudiu no fim do jogo”, disse. “Eu vi muitos jogos e este, disparado, foi o melhor jogo do campeonato”, completou.

O jogo seguinte, diante do Goiás, abre as oitavas de final da Copa do Brasil. Com pouco tempo de descanso ou mesmo treinamento, o voo fretado vai tentar atenuar o desgaste.

“Isso a gente vai ver na revisão medica. Todos os jogadores disponíveis vão viajar, o voo é fretado. Quarta-feira tudo pode acontecer. Uma hora antes vocês vão saber quem vai jogar”, disse sobre a escalação do time e a possível preservação de algum atleta. “O mais importante é que todo mundo tem entrado nos jogos e atuado bem. Todo jogador, em qualquer posição, precisa estar bem porque vai ter oportunidade. Meu grupo é inteligente e preparado. O Grêmio vem de uma sequência muito boa de trabalho e o importante é mostrar este futebol competitivo e bonito. E os resultados estão acontecendo”, acrescentou.

Categorias:NOTÍCIAS

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

Navegação Rodapé