PI 69336 - SITE O ESPORTIVO - PREF. DE CUIABÁ - CAMPANHA CONTRA O AEDES AEGYPTI

Brasil é prata nos Jogos Olímpicos da Juventude

No 4×100, quarteto feminino faz prova muito regular e conquista mais medalha para a modalidade na competição, em Buenos Aires
Depois das vitórias nos primeiros dias, o Time Brasil continua fazendo bonito nos Jogos Olímpicos da Juventude na Argentina em 2018. Em Buenos Aires, a equipe masculina de natação conquistou a medalha de prata no revezamento 4×100. Na artes marciais, o país foi bronze no Taekwondo com Sandy Macedo e ficou em terceiro também com Eduarda Rosa, no judô.

Com a medalha de prata, a natação já rendeu a segunda medalha de prata para o Brasil, isso porque, na última segunda-feira, a equipe do revezamento 4×100 misto, já havia conquistado o segundo lugar. André Calvelo, Murilo Sartori, Vitor Souza e Lucas Peixoto foram os protagonistas da prova desta última terça com o tempo de 3m20s99, atrás apenas da Rússia, que fez 3m18s11.

Além da medalha, André Calvelo também se classificou para a final dos 50m livre. Lucas Peixoto, que ao lado de Calvelo também disputou o revezamento misto, comemorou a segunda medalha.- É bom demais conquistar mais uma medalha na competição. Vinha visando uma medalha nos Jogos Olímpicos da Juventude e conquistar a segunda é melhor ainda. – celebrou o nadador.

No Taekwondo, Sandy Macedo não conseguiu vaga na final sendo derrotada pela marroquina Safia Salih, mas conquistou o terceiro lugar da competição. Já no Judô, a gaúcha Eduarda Rosa ficou com o bronze ao derrotar a equatoriana Edith Ortiz. Eduarda comentou sobre o resultado após mai um dia de Jogos:

– O principal da disputa do bronze é lidar com a derrota, sabendo que você tem que buscar uma vitória. É muito difícil organizar isso na cabeça, mas felizmente eu consegui fazer isso bem. – disse a brasileira. Sandy também falou sobre a medalha de bronze conquistada no Taekwondo em Buenos Aires:

– Esse é um bronze com gostinho de ouro. Essa medalha é muito importante para mim e estou muito feliz por conquistar a primeira medalha de uma mulher no Taekwondo nos Jogos Olímpicos da Juventude para o Brasil. Dei o meu melhor, representei o país da melhor maneira que pude e ganhei o bronze. – finalizou.

 

Categorias:NOTÍCIAS

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

Navegação Rodapé