BANNER (ROXO) QUEM CONHECE, RECONHECE  - 03/2019

Rally Ecológico abre as inscrições dia 3/12

O Rally Ecológico Cuiabá 300 Anos abre as inscrições para a prova comemorativa ao aniversário da Capital no dia 3 de dezembro. Qualquer carro em boas condições e motos off-road poderão participar. Para isso basta acessar o site www.cronorally.com.br a partir do dia 3 de dezembro. A largada será dada no dia 30 de março, na Orla do Porto, em Cuiabá, e chegada na Aldeia Outdoor Sports, no Km 14 da MT 010.

Os detalhes da prova promovida pela Cronorally, com o apoio da Prefeitura de Cuiabá e da Bridgestone/Sena Pneus, foram discutidos na tarde de terça (13) na sede da Secretaria Municipal de Cultura, Esportes e Turismo, com a presença do secretário Francisco Vuolo, André Godinho e Haroldo Pires – membros da comissão organizadora.

Além de unir esporte, turismo, lazer e aventura, o Rally Ecológico resgata o espírito da conscientização ambiental e ações sociais que vão beneficiar cerca de 100 famílias, através do plantio de mudas de árvores nativas no Coxipó do Ouro e a arrecadação de cestas básicas, através das inscrições. 

Lançamento

Também ficou definido no encontro que o lançamento oficial do evento ocorrerá na Orla do Porto (local da largada), no dia 7 de dezembro (uma sexta-feira), às 18h, onde serão expostos veículos de competição, com a presença de pilotos, navegadores e parceiros do projeto.

“Vamos abrir oficialmente as comemorações do tricentenário da nossa capital, resgatando esse importante evento esportivo”, disse Francisco Vuolo.

E como inovação e expertise estão no DNA da prova, o Ecológico 2019 reforça seu compromisso em ser um evento foca na preservação sustentável de todo o percurso do enduro. É dentro desta filosofia que a organização irá realizar o mapeamento da emissão de dióxido de carbono (C02), o principal responsável pelo efeito estufa, para traçar o perfil das emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE) na atmosfera durante a realização do rally.

Para realizar o trabalho de Compensação de Carbono, passo importante no fortalecimento dos princípios de atuação do rally, será feito o levantamento da queima de combustível, fóssil e gás, liberada durante o dia da prova (organização, equipe de segurança e de apoio, etc), consumo de energia elétrica, produção de resíduos e descarte de material gráfico.

Esta contagem inclui ainda a distância percorrida por todos os inscritos na trilha. A equipe contabilizará os dias de montagem, realização e desmontagem do evento e, após aferir os dados, todos serão inseridos em uma Calculadora de Carbono equivalente, que converterá em árvores. As mudas (espécies nativas) serão plantadas durante o percurso da prova.

Comparação

Em outros eventos do gênero, levantamento mostrou que do total, 80% do CO2 vêm dos carros de apoio dos competidores e apenas 18% correspondem aos pilotos nas trilhas. O restante se dividiu entre resíduos sólidos, energia elétrica e gás GLP.

 

 

 

 

 

 

Categorias:NOTÍCIAS

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

Navegação Rodapé