OPERAÇÃO MALEBOLGE – Conselheiro Waldir Teis pede que STF o reconduza ao TCE

O Conselheiro afastado do Tribunal de Contas do Estado (TCE) Waldir Teis entrou com um pedido no Supremo Tribunal Federal (STF) pedindo a revogação de seu afastamento. O pedido encaminhado ao ministro Luiz Fux, foi feito pelos advogados Emanoel Gomes Bezerra Júnior e Diógenes Gomes Curado Filho na segunda-feira (4).

Waldir Teis é acusado de compor um esquema delatado pelo ex-governador Silval Barbosa, investigado pela Operação Malebolge. Seu afastamento ocorreu em setembro de 2017. De acordo com o ex-governador, os conselheiros Valter Albano, Antônio Joaquim, José Carlos Novelli e Sérgio Ricardo de Almeida exigiram propina no valor de R$ 53 milhões para não prejudicarem o andamento das obras da Copa do Mundo.

Em sua ação, contudo, Teis afirmou que uma apuração da Polícia Federal demonstrou que o que foi delatado por Silval não foi comprovado. Ainda, ele colocou em exame as delações dos ex-secretários Maurício Souza Guimarães, Cinésio Nunes de Oliveira, Marcel de Cursi, Valdisio Viriato e Arnado Alves.

Para ele, a decisão do STF se baseou apenas em depoimentos dos delatores e nos documentos por eles apresentados. Ele afirmou que nenhuma prova de materialidade e de autoria foi constatada ou comprovada. Ele ainda cobrou posicionamento da Procuradoria Geral da República (PGR) para manifestação sobre relatório da Polícia Federal.

 

Categorias:NOTÍCIAS

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

Navegação Rodapé