CAMPANHA NOTA CUIABANA - IMAGINE

ANIVERSÁRIO DE CUIABÁ – Festa dos 300 anos na Arena é cancelada e entidades repudiam proibição

O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro cancelou o festival em comemoração aos 300 anos de Cuiabá após o veto da Secretaria de Estado de Cultura e Esporte em não realizar o evento na Arena Pantanal.

Ontem, a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Mato Grosso (ABIH-MT) e o Sindicato Intermunicipal dos Hotéis, Bares e Similares do Estado de Mato Grosso (SHRBS/MT) publicaram notas de repúdio pela proibição. Eles pedem que o Estado reveja a decisão.

A decisão do prefeito foi comunicada em um vídeo postado no Facebook, na noite da quinta-feira (21). No vídeo, Pinheiro informa que estavam confirmadas as apresentações de Jota Quest, Zezé Di Camargo e Luciano, Leonardo, Chitãozinho e Xororó, os cantores gospel Fernandinho, o padre Alessandro Caubói e artistas regionais.

Os shows ocorreriam entre os dias 6 e 8 de abril. Segundo Pinheiro, os recursos seriam 100% da iniciativa privada.

Disse ainda que o cancelamento decorre do “individualismo” de setores. “Anuncio o cancelamento do festival em comemoração aos 300 anos de Cuiabá que seria realizado nos dias 6, 7 e 8 de abril. Em virtude, do individualismo de alguns setores de nossa capital não será mais presenteada com o Festival 300 Anos, que vinha sendo planejada há oito meses”.

Em nota, a ABIH-MT frisou que é apoiadora do evento, uma vez que o mesmo iria movimentar toda a rede hoteleira, restaurantes, bares e similares da capital, gerando empregos temporários e renda para a cidade.

“A realização deste evento na Arena Pantanal traria mais visibilidade para o local e região, que atualmente estão abandonados, beneficiando assim todo o comércio e população ao seu entorno. Isso sem considerar a grande exposição de Cuiabá a nível nacional, trazendo benefícios para toda a população”, diz. Ainda na nota, ABIH-MT solicita que o Estado reveja a decisão “a fim de não prejudicar a economia do trade de turismo e da rede de hotéis, que vem buscando uma recuperação da crise econômica dos últimos anos”.

Na última quinta-feira (21), o governo do Estado, por meio da assessoria de imprensa, informou que em comum acordo com a prefeitura e seguindo a recomendação do Ministério Público, optou pela não utilização da Arena Pantanal para a festa de aniversário de 300 anos de Cuiabá, que ocorreria nos dias 06, 07 e 08 de abril.

“A Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer de Mato Grosso entende que a Arena é multiuso e que está preparada para receber shows dentro de um calendário possível. No calendário anual poderão ser realizados diversos eventos. O problema ocorrido, no entanto, é que a data do evento coincide com a semifinal e final do campeonato estadual, e início dos jogos da Série B”, alegou.

Também frisou que federações esportivas do Estado manifestaram insatisfação com o uso da Arena Pantanal para a realização do evento, alegando preocupação com a preservação do gramado e transferências de datas dos jogos já programados para a semana do aniversário da cidade.

“Tivemos a notificação do promotor de Justiça Ezequiel Borges, do Ministério Público Estadual. A possível judicialização do evento traria riscos de a festa ser cancelada em cima da hora, o que frustraria a população local e as pessoas que muitas vezes vem de longe para assistir ao espetáculo”, afirmou o secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Allan Kardec.

 

Categorias:NOTÍCIAS

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

Navegação Rodapé