NOVO PRONTO SOCORRO – Cuiabá ganha 90 leitos de enfermaria clínica no HMC

Os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) devem passar a contar, a partir desta segunda-feira (15), com os 90 leitos de enfermaria clínica do novo Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), no bairro Ribeirão do Lipa.

A abertura das novas vagas hospitalares faz parte da segunda etapa de entrega das obras da unidade denominada Dr. Leony Palma de Carvalho.

Inicialmente, os leitos seriam entregues no último dia 08 deste mês, data de aniversário dos 300 anos da capital. Porém, estava prevista a presença do Ministro da Saúde (MS), Luiz Henrique Mandetta, que teria informado que só viria no dia 15.

Agora, o ministro mudou novamente a vinda à capital, prevista para o próximo dia 22, quando acontece um evento na área da saúde.

A ativação do HMC começou, em fevereiro passado, com a entrega do setor ambulatorial, onde estão sendo disponibilizados atendimentos em diferentes especialidades, a exemplo, da cardiologia, ginecologia e obstetrícia, endocrinologia, gastroenterologia, dermatologia, psiquiatria, clínica geral, além de pequenas cirurgias.

Na ocasião, o prefeito Emanuel Pinheiro informou que as contratações dos profissionais necessários para funcionamento da unidade serão gradativas.

“Vamos medir a necessidade de contratações. Como já tivemos a autorização da justiça, as contratações serão feitas de forma emergenciais e dentro da Lei de Responsabilidade Fiscal e a de número 8.666. Paralelo, a isso estaremos preparando o concurso público”, disse o prefeito. A administração do HMC está sob a responsabilidade da Empresa Cuiabana de Saúde Pública.

A expectativa é de que a última etapa, que compreende os serviços de urgência e emergência, seja disponibilizada ainda na primeira quinzena de maio próximo conforme divulgado por Pinheiro. Após, o atual pronto-socorro, que fica na região central, será fechado para reforma.

No local, funcionarão o Hospital da Família (HFam), leitos de retaguarda e as alas para os idosos e para os cuidados paliativos.

Ao todo, o novo hospital contará com 315 leitos. A obra foi inaugurada em dezembro do ano passado. Os trabalhos de construção do prédio começaram em 2015, com um investimento da ordem de R$ 80 milhões, com recursos do Governo Federal, estado e município.

Outros R$ 100 milhões do programa “Chave de Ouro” foram destinados à conclusão dos serviços (30%) e aquisição de equipamentos (70%).

Anteriormente, um montante de R$ 82 milhões de emendas parlamentares já haviam sido garantidos para o novo pronto socorro, mas o recurso foi destinado pelo governo do Estado para outros investimentos.

Em dezembro do ano passado, o Estado publicou a portaria (308/2018) prevendo o repasse em 30 vezes, mas o atual governador Mauro Mendes já disse que não tem dinheiro em caixa para arcar com o pagamento das parcelas.

SANTA CASA – Na entrega dos leitos, o prefeito Emanuel Pinheiro deverá informar que medidas serão adotadas em relação à Santa Casa de Misericórdia, instituição filantrópica que também atende pelo SUS e está com as atividades paralisadas desde o dia 11 de março último.

Ontem pela manhã, houve uma reunião interna para discutir a situação e a informação é de que a atual diretoria da Santa Casa foi destituída e uma comissão especial foi formada para administrar a unidade.

 

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

Navegação Rodapé