PI 69336 - SITE O ESPORTIVO - PREF. DE CUIABÁ - CAMPANHA CONTRA O AEDES AEGYPTI

SANTA CASA – Prefeito Emanuel Pinheiro diz estar feliz com o governo assumir hospital

O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) afirmou ontem que ficou “extremamente feliz” com o anúncio do Governo do Estado de que irá assumir a gerência da Sociedade Beneficente Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá.

O emedebista nega que tenha ocorrido qualquer tipo de constrangimento pelo fato de o governador Mauro Mendes (DEM) ter tomado as rédeas da situação sem ao menos comunicá-lo.

De acordo com ele, a Prefeitura de Cuiabá não tinha condições de promover a intervenção na administração da unidade filantrópica.

“A Prefeitura de Cuiabá não tinha menor condição de intervir. Só faríamos isso em último caso. Com essa decisão do governador, externamos total apoio”, enfatizou.

Pinheiro disse que colocará todos os seus técnicos a disposição do Executivo Estadual para auxiliá-lo nesta empreitada.

“Coloquei nosso estudo, nosso trabalho e nossas equipes à disposição dele. Ele tem em Cuiabá um grande parceiro, um aliado”, completou.

O prefeito afirmou ainda que o governador tomou uma decisão acertada, tendo em vista que o imbróglio envolvendo a Santa Casa não poderia ficar apenas nas mãos do município.

“A Santa Casa não poderia ficar nas mãos apenas do Município, mas da união com o Estado, com o apoio do Ministério da Saúde e de toda a sociedade. A alta complexidade é objetivamente uma obrigação do Estado e agora vamos ter um hospital público estadual. O Estado vai fazer uma ‘intervenção branca’, por meio da requisição administrativa e pode contar com o total apoio da Prefeitura. Cuiabá está à disposição do Estado para reabrir a Santa Casa de Misericórdia para voltar a prestar os serviços essenciais à população menos favorecida, bem como regularizar de uma vez por todas os salários atrasados dos trabalhadores da unidade, que angustia a todos nós”, concluiu o chefe do Executivo Municipal.

O secretário de Saúde de Cuiabá, Luis Possas de Carvalho ainda acrescentou que “o papel de assumir a Santa Casa era realmente do Estado, uma vez que a maioria dos atendimentos são de pacientes de outros municípios”.

“Para Cuiabá será muito bom, porque o município se voltará para cuidar das suas próprias unidades, para acelerar procedimentos e renovar as contratualizações, pois é de nosso interesse mantê-las, uma vez que existem especialidades na Santa Casa que nos interessam”, completou.

Na tarde desta quinta-feira (02) o governador decretou uma Requisição Administrativa dos Bens e Serviços da Santa Casa. Na prática, o Governo do Estado assume o controle do hospital e de seus equipamentos, de forma emergencial e temporária, visando garantir os atendimentos aos usuários do SUS na unidade hospitalar.

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

Navegação Rodapé