SECITECI – Cuiabá recebe evento internacional voltado à Popularização da Ciência e Tecnologia

Com o objetivo de ampliar o acesso à ciência além das fronteiras de universidades, hospitais e centros de inovação, a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci) apoiará entre os dias 20 e 22 de maio o maior festival internacional de divulgação científica: Pint of Science.

O evento é gratuito e aberto ao público, ocorre na Cervejaria Louvada, que fica localizada na Avenida das Torres e no bar Ditado Popular, na Praça Popular, simultaneamente, das 19h às 21h30. A consumação do bar fica por conta de cada um.

O coordenador Thiago Izo, destaca que o objetivo é de derrubar intermediários entre o cientista e a sociedade, estabelecendo um canal direto de conversa. O Pint of Science será realizado em 24 países, e está pela primeira vez em Cuiabá, com uma programação diversificada, entre elas, discussão no combate ao câncer, inteligência artificial, fake news, tecnologia, entre outros.

“Na maioria das vezes, a pesquisa e os pesquisadores ficam escondidos em laboratórios, universidades e as pessoas não têm acesso a essas informações. Por isso, vamos fazer este evento em um local público, para ajudar as pessoas a entender que a ciência está em tudo”, enfatiza Thiago, que explica que pint (pronuncia-se paint) é uma medida – equivalente a cerca de 500 ml – tradicionalmente usada para se referir ao tamanho do copo em que a cerveja é servida em bares e pubs.

A superintendente de Desenvolvimento Cientifico, Tecnológico e de Inovação da Seciteci, Lecticia Figueiredo, destaca que esses eventos são de extrema importância para popularizar a ciência em Mato Grosso.

“As pessoas querem saber mais sobre as pesquisas e os pesquisadores querem falar para a população. Faltava só criar um canal que fosse eficaz e o evento vai conseguir isso”.

Lecticia disse que o fato de o evento ocorrer em bares, somado à informalidade da linguagem dos palestrantes, faz com que o público fique mais à vontade para se aproximar e tirar as dúvidas.

História – O evento surgiu na Inglaterra, em 2013, com Michael Motskin e Praveen Paul, na época pesquisadores do Imperial College London, que tinham a intenção de levar os cientistas para perto das pessoas de uma forma divertida, ao invés do caminho mais tradicional do público ir até às universidades e conversar com os pesquisadores. Assim surgiu a escolha por bares e restaurantes.

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

Navegação Rodapé