PI 69306 - CAMPANHA: TODA VIDA IMPORTA AL/MT

CONCURSO – Prefeitura de Cuiabá lança mais de 2 mil vagas para educação

O edital do concurso público para a Secretaria Municipal de Educação (SME) será lançado, hoje (09) à tarde, pelo prefeito Emanuel Pinheiro.

No total, serão 2.002 vagas, sendo 1.408 para ampla concorrência e as demais 594 distribuídas para cotas de negros e índios (398 vagas), e para pessoas com deficiência (196 vagas), em várias funções, como professor e cargos administrativos, e mais cadastro reserva.

O último concurso público da Secretaria Municipal de Educação foi realizado em 2015, quando foram abertas cerca de três mil vagas. O certame que está sendo lançado esta semana foi autorizado ainda no ano passado.

Com isso, a gestão Emanuel Pinheiro cumpre mais uma agenda do seu programa de governo para a educação. A previsão é de que todas as etapas do certame sejam realizadas até o mês de março do ano que vem.

Segundo a administração municipal, toda a estrutura do concurso público já está definida. Os candidatos passarão por provas objetivas, contendo 70 questões, discursivas, prática e de títulos.

E, todas as etapas terão caráter eliminatório e classificatório. Os cargos de técnico de nível superior, nas funções de engenheiro civil, eletricista, sanitarista/ambiental e arquiteto, e de técnico de nível médio, na função de motorista, passarão por prova prática.

Além disso, todos os candidatos classificados, nos cargos de nível superior, serão submetidos à análise de títulos, de caráter classificatório. O secretário de Educação de Cuiabá, Alex Vieira Passos, disse que a expectativa do órgão municipal é de que imediatamente após o lançamento oficial do certame, as inscrições já sejam abertas.

“Este será um dos maiores concursos da história de Cuiabá. Os dois mil aprovados serão efetivamente chamados e a nossa previsão é de que todas as etapas do certame sejam realizadas até o mês de março do ano que vem, para que os novos profissionais possam assumir as suas funções ainda no primeiro semestre do ano letivo de 2020”, destacou.

Categorias:NOTÍCIAS

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

Navegação Rodapé